Mulheres viciadas: cada vez mais comum



Para você, homem que lê nosso Blog e no momento está a procura de uma mulher ideal para relacionamento sério, este texto é certeiro e vai te explicar com detalhes o porquê fazer algumas avaliações além daquelas que são consideradas superficiais (aparência, por exemplo) quando está a fim de conhecer mais profundamente uma mulher.

Claro, nada aqui é "jogado" aleatoriamente, muito do que escrevo é com base na experiência de vida e também de relatos de outros homens e mulheres, então não é condenável ser um pouco mais seletivo para a escolha de uma parceira, ainda mais atualmente, pois o que temos é quantidade, mas não qualidade. Afinal, mulheres escolhem bem mais do que os homens quando o assunto é relacionamento, seja sério ou casual.

Temos uma grande parcela de mulheres hoje em dia que, por consequência de relações passadas, brigas em família, insucesso no campo profissional e, claro, por viver um estilo de vida que as "amigas" também a chamaram para viver e você sabe de qual estilo estou falando, começam a procurar meios para se aliviarem das tensões sentidas no dia a dia. Infelizmente em alguns casos, de forma errada e bem prejudicial.

Isentemos aqui mulheres que realmente possuem algum problema crônico e necessitam de medicamentos, para não haver interpretações imb3cis, como ás vezes acontece com certas pessoas que leem e não compreendem a mensagem.

Muitas se drogam, drogas ilícitas mesmo. O objetivo é a "fuga" da realidade, na maioria dos casos.Principalmente em baladas e festinhas universitárias, certas festinhas com "amigas" e afins. Bom, destas nem preciso falar para passar bem longe.

Mas também existem as fumantes. Fumar é um vício muito comum há séculos, homens e mulheres fumam, mas certamente só quem não é fumante e teve a experiência de beijar uma mulher que fuma (ou uma mulher que não fuma beijar um cara) sabe o quanto é estranho e nada prazeroso. Conheci algumas que sequer escovavam os dentes e usavam a famosa balinha para tentar aliviar o mau cheiro. Sim, existem mulheres viciadas e p0rc@s. Você, homem, pensaria em ter um filho, por exemplo, com uma mulher que fuma? Que tal saber então que muitas fumantes não têm o fôlego suficiente para te aguentar na cama?

As viciadas em remédios de todos os tipos (até para dormir) também devem receber uma atenção especial na hora de se relacionar, pois sabemos que em alguns casos a mulher passou a ter de tomar remédios controlados devido a traumas de relacionamentos conturbados, não pratica exercícios físicos ou não cuida da alimentação. Enfim, checar quais são os motivos que fizeram com que ela necessitasse de medicamentos para sobreviver à sua rotina diária.

Conheci casos de mulheres com distúrbios causados por medicamentos e que afetavam diretamente no relacionamento.

Vícios mais fáceis de serem resolvidos, porém os mais difíceis de se convencer são os hábitos noturnos. Muitas aderem ao estilo "balada todo final de semana" regada a álcool e/ ou outras drogas e se esquecem das consequências. Dormir tarde da noite, mesmo precisando acordar bem cedo para trabalhar ou estudar na manhã seguinte, usando a internet também não é bom sinal e deve ser avaliado cuidadosamente. Algumas não fazem uso de remédios para dormir, mas têm o hábito de dispensarem uma boa noite de descanso para fazer outras coisas bem improdutivas para sua própria saúde.

Todo vício é ruim. Há o vício em consumo, compras, jogos. Mas nem vou citar destes tipos de vícios agora. Porém é bom ficar atento a vícios como do álcool e outras drogas que muitas usam, na maioria das vezes, para mascarar uma tristeza, frustração ou medos que já passaram e tem receios de voltar a passar na vida.

É claro que não quero dizer que você, homem, tem de escolher uma mulher que durma cedo e vive como se estivesse em uma academia militar ou que fosse uma freira. Isso não existe. Não é para ir a este extremo pois a vida não é uma matéria exata.

Tem de avaliar todos os prós e contras, ainda mais nos dias de hoje, para não ser um desconhecedor de possíveis problemas futuros. Mas pontos como estes citados acima fazem muita diferença para não ter dores de cabeça em um possível relacionamento destes que de fato valem a pena, destes que você investe toda a sua esperança e dedicação.

5 comentários :

  1. Já pensou teu filho na barriga duma v@di@ fumante? Não vale a pena.

    ResponderExcluir
  2. falam so de mulheres, como se nao existissem homens assim tambem .-.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As mulheres decentes não são citadas no texto, existem mulheres decentes assim como a parte decente do sexo oposto, por isso não generalize.

      Excluir
    2. Não leu esse link aqui não ooo imbecil? http://verdadesinconvenientesblog.blogspot.com.br/p/principal.html

      "Os pensamentos expostos nos textos aqui publicados não se aplicam a mulheres corretas, que não usam de manobras emocionais para enganar homens e que têm consciência das consequências ruins em relacionamentos ao fazerem estes tipos de jogos femininos ou brincar com sentimentos dos seus parceiros com chantagens, traições, mentiras ou outras ameaças. Também é uma filosofia que não retrata o comportamento do total das mulheres existentes ativas para relacionamentos atualmente e sim de algumas (grande parcela) "modernas" deste enigmático e complexo gênero."

      Excluir
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir